CONCEPÇÕES DE PROFESSORES SOBRE O ENSINO-APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA NOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL: UM ESTUDO DE DOIS CASOS

Peterson da Paz, Gladys Denise Wielewski

Resumo


Este texto apresenta algumas considerações oriundas de uma investigação que visou responder a seguinte questão: Que concepções docentes dos anos iniciais do Ensino Fundamental manifestam a respeito do ensino-aprendizagem em matemática? Do ponto de vista metodológico este estudo insere-se numa perspectiva qualitativa de investigação. Foi utilizado um questionário aberto, uma entrevista semiestruturada, além de uma ficha para caracterização dos sujeitos, como instrumentos de coleta de dados. Tivemos como sujeitos da investigação duas professoras do 4º ano de uma escola da rede estadual de ensino localizada na capital mato-grossense. As informações obtidas foram alvos de um exercício analítico à luz dos pressupostos teóricos fornecidos por autores como Becker (2012), Paula (2010), Ribeiro (2007), Carraher (2005) entre outros. Os resultados revelam que ambas entendem que a aprendizagem se processa de fora para dentro, evidenciam traços empiristas. Se notabiliza em seus relatos aspectos condizentes à Concepção Tradicional de Ensino de Matemática, o que pode ser consequência de suas vivências enquanto alunas.

Texto completo:

PDF

Referências


BARALDI, Ivete Maria. Matemática na Escola: que ciência é esta? Bauru, SP: EDUSC, 1999.

BECKER, Fernando. A Epistemologia do Professor: o cotidiano da escola. 15. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2012.

BOGDAN, Robert; BIKLEN, Sari. Investigação Qualitativa em Educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Porto: Porto Editora, 1994.

CARRAHER, David William. Educação Tradicional e Educação Moderna. In: CARRAHER, Terezinha Nunes (org.). Aprender Pensando: contribuições da psicologia cognitiva para a educação. 18. ed. Petrópolis: Vozes, 2005. p. 11-30.

D’AMBROSIO, Ubiratan. Etnomatemática. São Paulo: Ática, 1990.

PAULA, Jacqueline Borges de. A Avaliação em Matemática: concepções de ensino, de aprendizagem e de avaliação dos professores e presentes nos relatórios descritivos avaliativos da aprendizagem de seus alunos. 2010, 383 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Instituto de Educação, Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá, 2010.

PAZ, Peterson da. Concepções de professores e o livro didático: o ensino

de divisão nos anos iniciais do Ensino Fundamental. 2013, 229 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Instituto de Educação, Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá, 2013.

PONTE, João Pedro da. Concepções dos professores de Matemática e Processos de Formação. In: Educação Matemática: Temas de Investigação. Instituto de Inovação Educacional, Lisboa, p. 185-239,1992. Disponível em: http://www.educ.fc.ul.pt/docentes/jponte, acesso em junho de 2014.

RIBEIRO, Emerson da Silva. Concepções de professores em avaliação, Educação Matemática e Educação de Jovens e Adultos: buscando interfaces. 2007, 251f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Instituto de Educação, Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá, 2007.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Revista Científica da UNESC