CYBERBULLYING: VIOLÊNCIA NA REDE UMA ABORDAGEM NO ENSINO MUNICIPAL DE MINISTRO ANDREAZZA

Alan Vitório de Souza, Adelcio Marcos de Lima

Resumo


As redes sociais e todo o meio da internet nos é apresentado como algo bom e que se bem utilizado propicia a sociedade benefícios incontáveis. Compreender o Cyberbullying é o primeiro passo para eliminar este mal das redes sociais, essas que foram criadas com objetivo de unir pessoas e comunidades, e nas mãos de agressores se tornou uma ferramenta de ódio. Combater o Cyberbullying está nas mãos de gestores, pais e professores, além de todos que se envolvem e presenciam as situações relacionadas as práticas de agressão nas redes sociais, envolvendo assim toda uma comunidade de expectadores, que devem se tornar defensores das vítimas e auxiliarem nas denúncias. A pesquisa realizada nos apresenta um quadro do conhecimento e experiências positivas ou negativas relacionadas ao Cyberbullying.


Texto completo:

PDF

Referências


Facebook. Declaração de Direitos e Responsabilidades. Disponível em: . Acesso em 27 de outubro de 2015.

Facebook. Padrões da Comunidade. Disponível em: . Acesso em 27 de outubro de 2015.

GOODRICH, Michael T. Introdução à segurança de computadores. Porto Alegre: Bookman, 2013.

Revista Nova Escola. Cyberbullying: a violência virtual. Disponível em: . Acesso em 03 de setembro de 2015.

Revista Nova Escola. O que é o Bullying?. Disponível em: . Acesso em 26 de agosto de 2015.

SOIBELMAN, Fernanda. Cyberbullying. Disponível em: . Acesso em 08 de setembro de 2015.

TIC KIDS ONLINE BRASIL 2013. Pesquisa sobre o uso da Internet por crianças e adolescentes no Brasil. Anual. São Paulo: Comitê Gestor da Internet no Brasil, 2014.

Twiter. Assédio Online. Disponível em: . Acesso em 25 de outubro de 2015.

WALDMAN, Hélio; YACOUB, Michel Daoud. Telecomunicações: Princípios E Tendências. São Paulo: Érica, 1977; (Coleção Reuniversidade).


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista Científica da UNESC