ESTUDOS DAS NARRATIVAS: CAMINHO TRILHADO AO LONGO DE MAIS DE DOIS MILÊNIOS

Véra Lúcia Conceição da Silva

Resumo


Com esse trabalho pretende-se mostrar, grosso modo, que as narrativas são, de fato, uma constante na história humana, uma ferramenta fundamental para a manutenção e hegemonia da espécie Homo Sapiens no planeta Terra. Através das narrativas, os seres humanos constroem livremente a realidade que os circundam, a realidade do cotidiano, e o fazem essencialmente na forma da tradição oral, da oralidade pura. O trabalho tem como objetivo mostrar o caminho trilhado pelos estudos narratológicos ao longo de mais de dois mil anos.  Assim sendo, este trabalho recupera a produção de autores cujo tema principal são publicações de estudos narrativos, que vão desde o surgimento de "Poética", de Aristóteles, por volta do ano 335 a.C. até a publicação do trabalho de Flannery na segunda quinzena do século XXI. O procedimento metodológico adotado foi o da pesquisa bibliográfica de caráter descritivo. A partir desse levantamento, conclui-se que o estudo das narrativas pode ser dividido em duas grandes tendências, ou seja, ora voltados para a interpretação de conteúdo ora para análises sistemáticas de ponto de vista de suas estruturas.


Palavras-chave


Estudos das narrativas. Narrativas. Cronologia.

Texto completo:

PDF

Referências


.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.