EDUCAÇÃO INCLUSIVA: PREOCUPAÇÃO COM A APRENDIZAGEM DE TODOS

Cristiane Cardoso da Silva, Priscila Tassaro Paulino Castro, Miriã Gil de Lima Costa

Resumo


A educação inclusiva, ao longo da história tem sofrido alterações que visam melhorias na qualidade dos serviços prestados em todos os âmbitos, principalmente pelos profissionais da educação.

Nessa perspectiva, acreditamos que para incluir o aluno com deficiência não basta apenas inseri-lo em uma sala de aula, pois, para que haja o processo de ensino-aprendizado é necessário ter profissionais de educação preparados, escolas e espaços adaptados que facilitem o acesso e a permanência de todos nos ambientes escolares, com currículo escolar flexível para atender as necessidades dos educandos com e sem necessidade educativa especial.

Dessa forma, a temática que apontamos tem como objetivo destacar os estudos teóricos de renomados autores e algumas leis que contribuíram e contribuem quanto às preocupações desde um processo histórico e pedagógico das pessoas com deficiência na perspectiva da educação inclusiva. Assim, descrevendo alguns desafios a serem vencidos pelos profissionais em relação aos preconceitos e paradigmas pré-estabelecidos na sociedade, na comunidade escolar e até mesmo na própria família.

Diante de tantos desafios, questionamos: será que a implementação de políticas educacionais inclusivas atendem na prática os grupos minoritários de acordo com as legislações estabelecidas para as pessoas com deficiência? 


Texto completo:

PDF

Referências


AMORA, Antonio Soares. Minidicionário Soares Amora da língua portuguesa. 19 ed. São Paulo: Saraiva 2009.

ANJOS, Wendel Fren Costa dos. A importância da assistente social na APAE de Lagarto-se. Disponível em:< http://wendelfren.blogspot.com.br/2012/01/importancia-da-assistente-social-na.html> Acesso em 20 out 2014.

BRASIL. Diretrizes Nacionais para Educação Especial na Educação Básica. Disponível em: . Acesso em 12 ago 2014.

__________Resolução CNE/CEB Nº 2, de 11 de setembro de 2001. Disponível em:.Acesso em 22 out 2014

__________Portal de ajudas técnicas para educação: equipamento e material pedagógico para educação, capacitação e recreação da pessoa com deficiência física: recursos pedagógicos adaptados / Secretaria de Educação Especial - Brasília: MEC: SEESP, 2002, fascículo 1. Disponível em . Acesso em 22 out 2014.

BRUNO, Marilda Moraes Garcia. Educação infantil: saberes e práticas da inclusão: Introdução. 4 ed. Brasília: MEC, 2006.

CARVALHO, Rosita Edler. Educação Inclusiva: com os pingos nos “is”. Porto Alegre: Mediação, 2004.

CARVALHO, Rosita Edler. Educação Inclusiva: com os pingos nos “is”. Porto Alegre: Mediação, 2006.

MANTOAN, Maria Tereza Eglér. Inclusão escolar: o que é? Por quê? Como fazer? 2 ed. São Paulo: Moderna, 2006.

RONCIN, Charles; VAYER, Pierre. Integração da criança deficiente na classe. São Paulo. Coleção Horizontes Pedagógicos, 1992.

SILVA, R. R. A educação do surdo: minha experiência de professora itinerante da Rede Municipal de Ensino de Campinas. Dissertação (Mestrado em Educação), Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas: SP, 2003.

UNESCO. Declaração de Salamanca e Linha de Ação sobre Necessidades Educativas Especiais. Brasília: 1994.


Apontamentos