A LEITURA DE CONTOS DE FADAS: UM ESTUDO DESCRITIVO DO USO DE NARRATIVAS NO 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

Carlos Alberto Suniga dos Santos, Almerinda Coutinho, Kelly Kristian dos Santos Melo

Resumo


As práticas da leitura são um dos temas mais complexos e recorrentes como objeto de estudo para vários teóricos da área da educação. O estímulo à sua prática e à sua concreção pode fazer com que o indivíduo amplie suas condições educacional, social e cultural. Os contos de fadas, ou conto da carochinha, são histórias que constituem um legado da tradição oral popular: narrativas passadas de geração em geração durante um logo período antes de serem coletadas e recolhidas em livros. Hoje, este gênero textual é considerado como uma literatura para crianças; mas, no passado, foi um tipo de entretenimento para adultos, quando as histórias eram contadas à noite ao redor da fogueira nas cabanas ou durante os trabalhos manuais que eram executados em grupos. Quando falamos em contos de fadas, logo se pensa que as histórias neles contidas servem tão-somente para entreter a criança. Mas os contos de fadas são histórias ricas em conteúdos voltados para a vida em sociedade e para a cultura e que nos permitem o conhecimento e a reflexão acerca dos modos de pensar e agir do homem. A pesquisa constitui-se como resultado de um estudo realizado junto a professores que atuam no 6° ano do ensino fundamental em escolas de rede pública estadual de ensino; tendo como objetivo a identificação de contos de fadas em prática voltadas para a formação do leitor, em razão dos textos selecionados e das metodologias empregadas pelos professores. Utilizou-se o método descritivo, de caráter expositivo com desenvolvimento de pesquisa bibliográfica, para constituição do referencial teórico; e pesquisa de campo com aplicação de questionário semi-estruturado e observação direta das atividades de leitura. Com base nos dados coletados, observou-se que os participantes da pesquisa trabalham com vários gêneros textuais, mas não são todos que se utilizam dos contos de fada, quer porque desconhecem as possibilidades de utilização desse gênero, quer porque não contam com acervo disponível para a realização das atividades. Por conseguinte, um dos recursos, por excelência, mais ricos para constituição do processo de formação do aluno-leitor é menosprezado. Além de possibilitar a fruição literária, os contos de fada podem propiciar ao aluno oportunidades de reflexão e de desenvolvimento de habilidades e competências essenciais no processo de letramento.


Palavras-chave


Leitura. Contos de Fadas Práticas. Professor.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.