Caracterização das queixas iniciais da clientela atendida por uma Clínica-escola de Psicologia no interior de Rondônia no segundo semestre de 2010

Ricardo Alexandre Aneas Botta, Dayna Taína Shockness dos Santos, Rayane Marques da Costa

Resumo


Em Yoshida (2005) afirma que os serviços de atendimento que funcionam nas instituições de ensino superior, como nos cursos de psicologia, enquanto locais que são destinados ao atendimento à saúde pública são chamados de  clínicas–escola e tem como objetivos primordial apresentar às questões que envolvem pesquisa e  ensino-aprendizagem de discentes em formação.

 

Na clínica-escola existe a necessidade de refletir sobre os aspectos teóricos , práticos e de pesquisa através dos atendimentos psicológicos realizados. Dentre os tipos de intervenção praticada destacam-se as psicoterapias de modo geral, e mais especificamente, as psicoterapias breves (SILVARES, 2006).

 

O presente trabalho refere-se a uma pesquisa quantitativa, documental, que tem por objetivo caracterizar a queixa inicial da clientela cadastrada em uma Clínica-escola de Psicologia no interior de Rondônia. O trabalho buscou delinear o perfil da queixa inicial dos  clientes cadastrados entre abril e novembro de 2010, considerando o levantamento de dados sobre a queixas em 100 prontuários.

 

A relevância dessa pesquisa reside na importância de avaliar e melhorar a sistematização e a qualidade dos atendimentos prestados a comunidade. Identificar as queixas de atendimento psicológico na clínica-escola proporcionará a chance de discutir e sobre as práticas preventivas em psicologia e saúde, ou para refletir sobre as diferentes necessidades da clientela atendida. Para a realização deste trabalho, foi utilizado o referencial metodológico da pesquisa documental quantitativo

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.