ESTUDO DA VIABILIDADE ECONÔMICA DE IMPLANTAÇÃO DE UMA ANFIGRANJA E FRIGORÍFICO DE RÃ NO MUNICÍPIO DE CACOAL-RO

Ana Paula de Assis Souza, Irislaine Silva Santos, Nagela Cristina Matos dos Santos, Janayna C. Paulo Gomes, Andrea Rodrigues Barbosa, Elias Nunes de Oliveira, Gustavo Costa Reis, Eliseu Adilson Sandri

Resumo


Durante muito tempo, a ranicultura foi vista como uma cultura ilusória, devido a inúmeros fatores, ora de ordem biológica com a presença de predadores, má alimentação e canibalismo ora de ordem econômica, pois o preço da carne não compensava o investimento feito. A técnica utilizada era muito precária e, até o início da década de 1970, não havia instalações suficientemente compatíveis com esse tipo de cultura. No entanto, a partir do final dessa mesma década e até os dias atuais, a tecnologia da criação de rãs apresentou um grande avanço, embora mostre ainda deficiente, a ranicultura é uma das atividades agropecuárias que mais evoluíram nos últimos 10 anos. A carne de rã tem característica favorável à saúde e ao paladar, pois é um alimento rico em proteínas e minerais. As observações diárias, a ação rápida e eficaz para resolver os problemas que surgem e as rotinas de higienizações e triagens num ranário, constituem-se na divisão entre o sucesso e o fracasso do ranicultor. Nesse contexto, o presente trabalho objetivou analisar a viabilidade econômica de uma anfigranja e frigorífico focado em uma cadeia produtiva de carne de rã, nos segmentos de produção, galpão de gerinagem, seleção fenotípica, metamorfose e abate, com implantação na cidade de Cacoal-RO buscando uma definição de estratégias e descrição de todos os sistemas que serão utilizados pela empresa, avaliando a cadeia produtiva, consolidando assim a demanda e a maximização da produção, focado na distribuição do produto em todo Estado de Rondônia. Para tanto, avaliou-se as variáveis: planejamento estratégico, organização de sistemas e métodos, planejamento orçamentário, logística de suprimentos e distribuição, viabilidade econômica, gestão de recursos humanos e gestão de marketing. A pesquisa possibilitou destacar que a carne de rã vem ganhando espaço no mercado brasileiro, o que garante a motivação dos produtores e mobiliza os pesquisadores a desenvolverem técnicas cada vez mais eficientes a serem empregadas na criação desses animais. A inexistência de linhagens comerciais que respondam de maneira satisfatória às evoluções das instalações, no manejo e na nutrição é, hoje, o fator mais limitante da atividade e só será resolvido com um rigoroso trabalho de melhoramento genético. Felizmente, já foi dado um grande passo nesse sentido e acredita-se que, em futuro próximo, será possível contar com rãs melhoradas geneticamente. Assim, comprovou-se a viabilidade econômica da ranicultura em regiões de clima quente e úmido como a Amazônia Ocidental, e ficou bastante claro a compatibilidade de realização de uma atividade como essa devido a uma quase inexistência de atividades na referida área.

Palavras-chave


Anfigranja e frigorífico de rã. Viabilidade econômica. Ranicultura

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.