TÉCNICAS DE CONTROLE DE ANSIEDADE: ENFRENTANDO A APRESENTAÇÃO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO

Ricardo Alexandre Aneas Botta, Ana Rita Leite Malheiros, Almir Dalmolin Filho Dalmolin Filho

Resumo


A ansiedade diante de eventos considerados estressores pelo individuo pode ser considerada “normal” pelo senso comum, mas deve se tornar preocupante a partir do momento em que prejudique o sujeito na realização de atividades. Conforme o DSM-V, os transtornos de ansiedade incluem características de medo excessivo e perturbações comportamentais relacionadas.

Pode-se verificar a ansiedade em atividades que avaliem o desempenho do sujeito, em trabalhos de conclusão de curso, por exemplo, onde se exige um trabalho escrito e a apresentação do mesmo, é possível muitos sintomas relacionados à ansiedade.

De acordo com o DSM-V (2014, p. 189), “muitos dos transtornos de ansiedade se desenvolvem na infância e tendem a persistir se não forem tratados”. Para ser considerado um transtorno de ansiedade. No caso de ansiedade relativa a apresentação de trabalhos a classificação é de ansiedade social, em que o sujeito se esquiva de situações sociais e os sintomas são apresentados quando tem que se expor a outros.Para ser classificado como um Transtorno de Ansiedade os sintomas devem estar presentes, em adultos, durante seis meses ou mais.

Mas, isso é um problema? Como pode ser resolvido? Tem “cura”? Qual o profissional mais adequado a se procurar? Com o objetivo de verificar qual é, de fato, o nível de ansiedade de estudantes em período de elaboração de Trabalho de Conclusão de Curso, foi realizado um levantamento, aplicando a Escala Beck (BAI Inventário de Ansiedade), em acadêmicos do curso de Biomedicina das Faculdades Integradas de Cacoal (Unesc-Cacoal).

 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.