COESÃO E COERÊNCIA TEXTUAL: A ANATOMIA DO TEXTO.

Carlos Alberto Suniga dos Santos, Regiani Leal Dalla Martha Couto

Resumo


O objetivo central do desenvolvimento desta minicurso orienta-se em busca de demonstrar a importância dos processos de coesão e coerência na produção textual como elementos fundamentais para que os textos se apresentem de forma compatível com os interesses dos autores.

Em textos orais ou escritos, a conectividade e a relação harmoniosa entre as ideias presentes são estabelecidas a partir da utilização de mecanismos (procedimentos) que nos possibilitam a retoma e a progressão das informações de forma lógica e ordenada. Ao conjunto desses mecanismos denominamos coesão textual e sua utilização é a principal responsável para que os textos apresentem-se de forma concisa e com elementos (vocábulos, frases, períodos) logicamente estruturado a fim de o leitor, ou interlocutor (com quem falamos) possa nos entender. Quando bem estruturados e dispostos, os mecanismo de coesão textual permitem que o texto apresente-se como um todo organizado, ou seja, configure-se como uma produção com coerência. Desse modo, a tessitura (trama verbal oral ou escrita) encontra-se estabelecida a partir de elementos constituintes que proporcionam relações lógicas, sem contradição, repetição desnecessária ou obscuridade.


Palavras-chave


Coesão Textual. Coerência Textual. Textualidade. Produção Textual.

Texto completo:

PDF

Referências


ABAURRE, Maria Luiza M; FADEL, Tatiana; PONTARA, Marcela Nogueira. Português: língua, literatura, produção textual. 2. ed., São Paulo: Moderna, 2004.

KOCH, Ingedore Grunfeld Villaça. A coesão textual. São Paulo: Contexto, 1996.

MARCUSCHI, Luiz Antônio. Produção textual, análise de gêneros e compreensão. São Paulo: Parábola Editorial, 2008.

PLATÃO, F. S.; FIORIN, J.L. Lições de texto: leitura e redação. São Paulo: Ática, 2002.

PUHL, Paula Regina (org.). Contexto e práticas de comunicação social. Novo Hamburgo: Feevale, 2008.

SAVIOLE, Francisco Platão. Gramática em 44 lições. 15. ed. São Paulo, Ática, 1997.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.