ANALISE DAS ESTRATÉGIAS DE ENFRENTAMENTO DE ENFERMEIROS FRENTE SITUAÇÃO DE MORTE DE PACIENTES

Ricardo Alexandre Aneas Botta, Ana Paula dos Santos Chalito

Resumo


Os profissionais de enfermagem na área hospitalar vivenciam varias situações de estresse dentro âmbito hospitalar o que provoca um desgaste emocional. Diante de situações de morte esses profissionais podem demonstrar diferentes reações ligadas ao estresse e tendo de ligar com este sintoma ativam estratégias de enfrentamento. Diante disso, o presente trabalho teve como objetivo analisar os níveis de estresse e estratégia de enfrentamento de enfermeiros frente à situação de morte de um paciente. Foram aplicados um questionário sócio-demográfico e um inventário de coping ambos foram analisados quantitativamente. A amostra foi realizada com 20 profissionais da área de enfermagem tendo como ambiente de aplicação do inventário e sócio-demográfico a instituição UNESC – RO. Os resultados obtidos que o Fator 8 – Reavaliação Positiva – tem preponderância sobre os demais em sua manifestação. O Fator 5 – Aceitação da responsabilidades – também teve uma diferença significativa dos demais fatores. Já o Fator 6 teve menor média, o que indica que os indivíduos se utilizam menos freqüentemente da Estratégia de Fuga/esquiva das situações. Contudo, quanto maior a reavaliação positiva maior vai ser a aceitação de responsabilidade com os pacientes no âmbito hospitalar centrado no problema e na emoção, portanto, os enfermeiros utilizam com menor freqüência fuga das situações estressoras no âmbito hospitalar.


Palavras-chave


estratégias enfrentamento, luto, enfermagem

Texto completo:

PDF

Referências


CALIL, Ana Maria e PARANHOS Wana Yeda. O Enfermeiro e as Situações de Emergência. 1ª Reimpressão da 1ª Edição. Editora Ateneu, 2007.

KÜBLER-ROSS, Elisabeth. Morte e o Morrer. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

LINCH, Graciele Fernanda da Costa; GUIDO, Laura de Azevedo; UMANN, Juliane. Estresse e profissionais da saúde: produção do conhecimento no centro de ensino e pesquisas em enfermagem. Santa Maria/RS, 2010.

OLIVEIRA, Dienay Souza de: Relações entre perfis cognitivos de personalidade e estratégias de coping em adultos. Uberlândia, 2009.

PEREIRA, Tatiani: A Percepção do Enfermeiro e dos Técnicos de Enfermagem frente á Perda de Pacientes na Unidade de Terapia Intensiva. Itajaí/SC, 2009.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.