ESTUDO NARRATOLÓGICO: O QUE FICOU E O QUE EVANESCEU NA MODA DE VIOLA CONTEMPOÂNEA EM RELAÇÃO ÀS RAÍZES NA MUSICA CAIPIRA

Romulo Giacome Fernandes, Pamella Santos Costa, Raquel Oliveira de Paula

Resumo


RESUMO: O presente artigo desenvolve-se a partir de análises literárias com a temática música sertaneja em dois momentos; o antigo e o contemporâneo, essa pesquisa possui caráter dedutivo e indutivo, dedutivo por ser embasada em referências bibliográficas relacionadas à teoria da narrativa e indutivo por adotar o método de análise literária e comentários críticos dos resultados obtidos. Foram utilizados autores como Gancho (2002), Onofrio (1995) e Mesquita (1986) para embasar no que se refere a estrutura e elementos da narrativa e Ribeiro (2012), Mendes (2009) e Melon (2013) para conceituar a música sertaneja caipira e seus elementos, enfatizando o caipira. Tem como objetivo geral analisar as marcas narratológicas da música sertaneja caipira dentro da música sertaneja contemporânea, percebendo as alterações entre a música original caipira e a produção atual. A presente pesquisa tem como problema se constantes alterações que a música sertaneja caipira vem sofrendo beneficia ou prejudica a sua origem, visto que, essa origem se baseia no ambiente rural? Como esta música se configura hoje, levando em conta os modelos originais da música caipira? A primeira etapa da pesquisa será uma coleta de letras de músicas sertanejas antigas, mais especificamente na década de 60 e músicas contemporâneas, mais especificamente na década de 80, na segunda etapa serão relacionados e comparados recortes dessas letras de músicas, observando o que há em comum em ambas e o que se perdeu no processo de modernização.

 

Palavras-chave: Música Sertaneja. Antigo. Contemporâneo. Caipira. Origem.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.